Ano XXV - 15 de julho de 2024

QR Code - Mobile Link
início   |   cursos
ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NO SISTEMA FINANCEIRO


CONHECIMENTOS BANCÁRIOS

CONCURSO BB - BANCO DO BRASIL - 2021 - ESCRITURÁRIO

Parte 1. CONHECIMENTOS BÁSICOS - AGENTE DE TECNOLOGIA e AGENTE COMERCIAL

PARTE 1.4. ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO

Parte 1.4.15. TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NO SISTEMA FINANCEIRO (Revisada em 09-03-2024)

  1. TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NO SISTEMA FINANCEIRO
    1. EXPLICAÇÕES SOBRE O TEMA EM QUESTÃO
    2. ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO
  2. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
    1. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES - OPINIÃO PESSOAL
    2. JORNAL CORREIO BRASILEENSE - OPINIÃO DO ENTREVISTADO
    3. DELOITTE - EMPRESA DE AUDITORIA - OPINIÃO DOS AUDITORES

Coletânea por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

1. TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NO SISTEMA FINANCEIRO

  1. EXPLICAÇÕES SOBRE O TEMA EM QUESTÃO
  2. ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO

1.1. EXPLICAÇÕES SOBRE O TEMA EM QUESTÃO

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE - ex Auditor do Banco Central do Brasil

No EDITAL DO CONCURSO BB DE 2021 existem várias dicas sobre essa TRANSFORMAÇÃO DIGITAL, algumas delas constantes de leis, decretos, resoluções do CMN e normativos do BACEN = BCB - BCl e de outros órgãos fiscalizadores do Mercado Financeiro e de Capitais. Vejamos:

AULA 18 - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NO SISTEMA FINANCEIRO
COMPARTILHAMENTO DE APRESENTAÇÃO NO YOUTUBE

ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO
- CONCURSO BANCO DO BRASIL - 2021
Por Brayan Souza
RECAPITULAÇÃO: PIX, OPEN BANKING
NOVOS MODELOS DE NEGÓCIOS - MAIOR CONCORRÊNCIA

1.2. ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO

Veja no índice sobre ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO que versa sobre:

  1. Os bancos na Era Digital: Atualidade, tendências e desafios
  2. Internet banking
  3. Mobile banking
  4. Open banking
  5. Novos modelos de negócios
  6. Fintechs, startups e big techs
  7. Sistema de bancos-sombra (Shadow banking)
  8. Funções da moeda
  9. O dinheiro na era digital: blockchain, bitcoin e demais criptomoedas
  10. Marketplace
  11. Correspondentes bancários
  12. Arranjos de pagamentos
  13. Sistema de pagamentos instantâneos (PIX)
  14. Segmentação e interações digitais

2. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

  1. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES - OPINIÃO PESSOAL
  2. JORNAL CORREIO BRASILEENSE - OPINIÃO DO ENTREVISTADO
  3. DELOITTE - EMPRESA DE AUDITORIA- OPINIÃO DOS AUDITORES
  4. AUMENTO DO CUSTO OPERACIONAL EM RAZÃO DO AUMENTO DA CONCORRÊNCIA

O descrito a seguir é informação (opinião) genérica que pode destoar (ser diferente) do que será questionado no CONCURSO BB - BANCO DO BRASIL - 2021 - ESCRITURÁRIO.

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE - ex Auditor do Banco Central do Brasil.

2.1. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES - OPINIÃO PESSOAL

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

Estas páginas relativas aos Conhecimentos Bancários e aos Conhecimentos Específicos de alguns funções do servidor bancário também destinam-se a Contadores, Auditores Internos e Independentes e a Peritos Contábeis, entre outros profissionais de nível médio e superior.

A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NO SISTEMA FINANCEIRO já vem ocorrendo há muito tempo, desde que os clientes bancários começaram a sacar dinheiro em CAIXAS ELETRÔNICOS.

Com o surgimento da INTERNET (na segunda metade da década de 1990) os bancos passaram a ter seu site (portal) na internet para colocação de informações, as quais seriam uma espécie de propaganda de seus serviços prestados. Então, logo surgiu a ideia do HOME BANKING - Banco no Lar, ou melhor, no computador pessoal (PC - Personal Computer)

De início o HOME BANKING era acessado por meio de linha telefônica. O Banco fornecia um disquete no qual existia o que agora é chamado de APP (Programa, Software ou Aplicativo). Os disquetes eram usados porque os computadores na década de 1990 tinham pouco espaço para armazenamento de dados e programas. Os primeiros SMARTPHONES (telefones celulares mais avançados, com acesso à internet) também tinham pouco espaço, não permitindo a instalação de muitos APP.

Na década de 2020, a visão dos usuários do processamento de dados é mais avançada, em razão das maiores possibilidade de armazenamento de dados. Então os bancos, em tese, estão visando a REDUÇÃO DE CUSTOS OPERACIONAIS o que possibilitaria, também em tese, a redução das taxas de juros.

Entretanto, contrapondo-se a essa redução de custos, os salários de executivos (CEOs) tornaram-se gigantescos, o que resultou na quebra de muitos bancos que contrataram megalomaníacos aventureiros para essa função de CEO (executivo).

Isto já vinha ocorrendo nos Estados Unidos desde a década de 1990, o que resultou no SOX - Sarbanes-Okley Act que tinha como intuito evitar que os investidores fossem enganados por inescrupulosos executivos. Porém, a Lei norte-americana não surtiu o efeito desejado, razão pela ocorreu a CRISE MUNDIAL de 2008 quando a BOLHA ESPECULATIVA do setor imobiliário norte-americano ESTOUROU, tal como aconteceu com a CRISE DE 1929 (Bolha Especulativa com a supervalorização de Ações de Companhias Abertas). Assim ocorreu a inesquecível falência de WALL STREET (Centro Financeiro de Nova Iorque). Muitos filmes foram produzidos para mostrar como agiam e ainda agem os megalomaníacos Agentes do MERCADO.

Em razão das megalomaníacas especulações, no final da primeira década deste século XXI surgiu o movimento OCCUPY WALL STREET. Ou seja, os investidores prejudicados pelo jogo e pela especulação no Cassino global (bolsas de valores) queriam que o governo norte-americano (e o de outros países), interviessem em seus respectivos mercados financeiros e de capitais. Seria uma espécie de estatização para que o governo assumisse os prejuízos que o setor privado causou aos pequenos e médios investidores.

Mas, essas verdades evidentemente não estarão nas questões das prova do Concurso BB nem de qualquer outra entidades jurídica direta ou indiretamente atuante no Sistema Financeiro. Esse tema muitas vexes é impedido de ser falado ou comentado até com os fiscalizadores governamentais, que teriam a obrigação de investigar a existência de tais fatos.

2.2. JORNAL CORREIO BRASILEENSE - OPINIÃO DO ENTREVISTADO

O Jornal Correio Brasilense em 18/01/2021 publicou entrevista com Raul Moreira que foi executivo (CEO) do Banco do Brasil. Articulista e Entrevistadora: Marina Barbosa.

A articulista destacou: Para Raul Moreira, que passou a comandar a área de inovação do Banco Original, os grandes bancos precisam se adaptar para manter competitividade. Veja as questões formuladas pela articulista Marina Barbosa:

  1. O senhor foi vice-presidente do BB e hoje trabalha em um banco digital, o Original. Por que a mudança?
  2. Medidas como o Pix e a pandemia de covid-19 aceleraram esse processo?
  3. Se é só a ponta do iceberg, para onde o mercado caminha?
  4. Como se adaptar a esse novo mercado?
  5. A adaptação passa, necessariamente, pelo enxugamento da rede de agências e do quadro de pessoal?
  6. Há muita resistência a esses projetos. Como equilibrar essas forças?
  7. O senhor acredita que isso vem acontecendo no Brasil?
  8. Qual o risco de não trilhar esse caminho?

Sobre o enxugamento da rede de agências e do quadro de pessoal, o Edital do Concurso BB de 2021 refere-se aos CORRESPONDENTES BANCÁRIOS, também conhecidos como CORRESPONDENTES NO PAÍS. Pelo menos nas pequenas cidades, para redução de custos operacionais, muitos bancos já vêm adotando

O Jornal Correio Brasiliense também indica os seguintes texto sobre o tema em questão: Banco do Brasil corre risco de perder espaço para concorrentes - Analistas veem com preocupação a possibilidade de o Banco do Brasil rever o plano de reestruturação anunciado, tendo em vista que há um processo de digitalização em andamento nas instituições.

2.3. DELOITTE - EMPRESA DE AUDITORIA - OPINIÃO DOS AUDITORES

As NBC- Normas Brasileiras de Contabilidade, neste caso, seriam mais importantes (ou apropriadas) para CONTADORES, AUDITORES INDEPENDENTES e PEITOS CONTÁBEIS. aos quais também interessariam as NBC-TA - Normas Técnicas de Auditoria Independente e as NBC-P - Normas Profissionais.

A empresa de auditoria DELOITTE, que costuma ser contratada pelos Bancos e pelas demais grandes empresas no mundo inteiro e também no Brasil, para realização da chamada de ABR - AUDITORIA BASEADA EM RISCO, publicou o texto denominado TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NO SETOR BANCÁRIO

O referido texto também pode ser lido em INGLÊS, assim servindo para aperfeiçoamento do entendimento de texto em inglês pelo candidato ao cargo de Escriturário - Agente Comercial e Agente de Tecnologia.

2.4. AUMENTO DO CUSTO OPERACIONAL EM RAZÃO DO AUMENTO DA CONCORRÊNCIA

 







Megale Mídia Interativa Ltda. CNPJ 02.184.104/0001-29.
©1999-2024 Cosif-e Digital. Todos os direitos reservados.