início > contabilidade Ano XX - 19 de maio de 2019



QR - Mobile Link
ESQUEMAS DE CONTABILIZAÇÃO Nº 08

PADRON - PLANO CONTÁBIL PADRONIZADO

ESQUEMAS DE CONTABILIZAÇÃO

ESQUEMA Nº 8: APLICAÇÕES FINANCEIRAS

  1. Títulos de Renda Fixa - Prefixados
  2. Títulos de Renda Fixa - Pós-fixado  - Veja em Títulos de Renda Fixa - Prefixados
  3. Operações de Compra de Títulos com Compromisso de Revenda - Veja em Títulos de Renda Fixa - Prefixado
  4. Aplicações de Renda Variável - Ações - em construção
  5. Aplicações de Renda Variável - Mercado a Termo - em construção
  6. Aplicações de Renda Variável - Mercado de Opções - em construção
  7. Aplicações de Renda Variável - Mercado Futuro - Ações - em construção
  8. Aplicações de Renda Variável - Mercado Futuro - Mercadorias ("Commodities") - em construção
  9. Aplicações de Renda Variável - Mercado de Índices - em construção
  10. Aplicações de Renda Variável - Mercado Futuro - Moedas - em construção
  11. Aplicações em Moedas Estrangeiras
  12. Aplicações em Ouro (Ativo Financeiro) - Mercado à Vista (SPOT)
  13. Aplicações em Ouro - Mercado Futuro - em construção
  14. Aplicações e Captações no Mercado de Opções - Operações de Box - Veja outras informações sobre as Operações de Box
  15. Derivativo Financeiro - Operações de SWAP - em construção
  16. Derivativo de Crédito - em construção

(Revisado em 04-03-2013)

1. TÍTULOS DE RENDA FIXA - PREFIXADOS

A contabilização das operações de crédito com a consequente emissão de títulos de crédito será efetuada de três formas, uma em cada tipo de entidade envolvida direta ou indiretamente na operação. Veja quais são os títulos de crédito emitidos em operações de crédito com suas respectivas contabilizações básicas:

Nas demais entidades que realizem meros investimentos ou aplicações financeiras em títulos públicos (emitidos pelas diversas esferas governamentais) ou títulos privados (emitidos por instituições financeiras e por sociedades de capital aberto) serão realizados lançamentos contábeis iguais aos realizados pelas instituições financeiras quando se apresentam como meras investidoras ou aplicadoras nos títulos citados. Vejamos:

11. APLICAÇÕES EM MOEDAS ESTRANGEIRAS

Nota: Os lançamentos contábeis relativos às aplicações em moedas estrangeiras (moeda metálica e em papel) devem ser contabilizadas da mesma forma como são nas instituições do Sistema Financeiro.

Por esse motivo, pode ser utilizado o mesmo esquema de contabilização indicado àquelas instituições, exceto os lançamentos que elas são obrigadas a fazer em Contas de Compensação. Veja no COSIF o Esquema de Contabilização 17-04 relativo às Aplicações em Moedas Estrangeiras.

12. APLICAÇÕES EM OURO (ATIVO FINANCEIRO) - MERCADO À VISTA (SPOT)

Nota: Os lançamentos contábeis relativos às aplicações em ouro (ativo financeiro - Lei 7.766/1989) devem ser contabilizadas da mesma forma como são nas instituições do Sistema Financeiro.

Por esse motivo, pode ser utilizado o mesmo esquema de contabilização indicado àquelas instituições, exceto os lançamentos que elas são obrigadas a fazer em Contas de Compensação. Veja no COSIF o Esquema de Contabilização 17-03 relativo às Aplicações Temporárias em Ouro.

O ouro adquirido que não seja considerado como Ativo Financeiro negociado nas Bolsas de Mercadorias e de Futuros pode ser contabilizado da mesma forma, mas em subtítulos separado.

15. DERIVATIVOS FINANCEIROS - OPERAÇÕES DE SWAP

15.1. Pelo Compromisso Firmado - Compra

Pelo Depósito das Garantias

Pelo Lançamento do Diferencial a Receber

Pelo Lançamento do Diferencial a Pagar

Pelo Recebimento do Diferencial a Receber

Pelo Pagamento do Diferencial a Pagar

Pela Baixa do Compromisso

Pela Não Liquidação do Compromisso

15.2. Pelo Compromisso Firmado - Venda

Pelo Depósito das Garantias

Pelo Lançamento do Diferencial a Receber

Pelo Lançamento do Diferencial a Pagar

Pelo Recebimento do Diferencial a Receber

Pelo Pagamento do Diferencial a Pagar

Pela Baixa do Compromisso

Pela Não Liquidação do Compromisso


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.