início > cursos Ano XXI - 11 de dezembro de 2019



QR - Mobile Link
ANÁLISE DA DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS

ANÁLISE DE BALANÇOS

ANÁLISE DA DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS (Revisada em 28-10-2019)

  1. INTRODUÇÃO
  2. DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA
    1. NBC- Normas Brasileiras de Contabilidade
    2. Lei das Sociedades por Ações - Lei 6.404/1976 - Capítulo XV
    3. RIR/1999 - Escrituração do Contribuinte
    4. CVM - Normas para Companhias Abertas - Sociedades de Capital Aberto

Veja também:

  1. Demonstração do Resultado do Exercício - Conhecimentos Básicos
  2. Análise das Demonstrações Contábeis
  3. Análise da Demonstração do Resultado

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

1. INTRODUÇÃO

Para aqueles que trabalham nos quadros de fiscalização cuja base é a contabilidade é muito mais importante a Análise das Demonstrações dos Resultados do que a tradicional Analise de Balanços.

Aliás, no roteiro de pesquisa e estudo sobre Análise de Balanços deste COSIFE são mais importantes os comentários preliminares do que propriamente a análise dos índices de liquidez e a análise vertical das demonstrações contábeis.

Naquele roteiro, as duas análise mais importantes são:

Partindo-se do princípio de que todas as operações realizadas pelas empresas implicam direta ou indiretamente em modificação das contas de resultado, nada mais lógico que seja feita uma análise mais profunda exatamente nessas contas de resultado.

Todas as operações realizadas com o intuito de desviar recursos financeiros, naturalmente implicam na contabilização de despesas ou prejuízos. Nestes casos são comuns os elevados lucros em determinados segmentos operacionais da empresa e semelhantes prejuízos em outro ou outros segmentos.

Por isso, as planilhas sugeridas para preenchimento partem de balancetes mensais com resultados acumulados. Esta gera automaticamente uma nova planilha com os resultados mensais, a qual gera outra planilha com resultados por departamentos ou tipos de operações.

Foram confeccionadas planilhas diferentes para as instituições do Sistema Financeiro Nacional e para outros tipos de empresas porque a demonstração dos resultados instituída pelo Banco Central do Brasil diverge da prevista nas Normas Brasileiras de Contabilidade baixadas pelo Conselho Federal de Contabilidade, divergindo também da apresentada pela Lei das Sociedades por Ações.

Em razão da citada divergência, torna-se importante dizer que é obrigatória a constituição de instituições financeiras na forma de sociedade por ações.

2. DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

Os documentos necessários são todos aqueles constante do roteiro de pesquisa e estudo relativo à Análise de Balanços. São eles:

  1. Disposições Gerais
    • NBC-TG-26 - Apresentação das Demonstrações Contábeis
    • NBC-TG - Estrutura Conceitual
  2. Balanço Patrimonial dos últimos três anos - NBC-TG-26
  3. Balancetes Mensais do mesmo período
  4. Demonstração do Resultado e Demonstração do Resultado Abrangente - NBC-TG-26
  5. Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido - NBC-TG-26
  6. Demonstração do Fluxo de Caixa - NBC-TG-03 e NBC-TG-26
  7. Demonstração do Valor Adicionado - NBC-TG-09
  8. Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados - RIR/1999
  9. Demonstração do Lucro Real (Tributável) - RIR/1999
  10. Notas Explicativas - Lei das S/A e NBC-TG-26
  11. Relatório da Administração - Lei das S/A
  12. Parecer dos Auditores Independentes -
  13. Relatório dos Auditores Independentes -
  14. Parecer do Conselho Fiscal - Lei das S/A - Capítulo XIII
  15. Demonstrações Contábeis Consolidadas - NBC-TG-36
  16. Demonstrações Separadas - NBC-TG-35
  17. Demonstração Intermediária - NBC-TG-21
  18. Auditoria Analítica - Fluxograma de Investimentos da e na Empresa:
    • Controladores
    • Empresas Controladas
    • Empresas Coligadas

(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.