início > contabilidade Ano XX - 20 de abril de 2019



QR - Mobile Link
CONTABILIDADE DE PRODUTORES DE AUDIOVISUAIS

CONTABILIDADE DE PRODUTORES DE AUDIOVISUAIS

PROPAGANDA, PUBLICIDADE, FOTOGRAFIA, CINEMA E VÍDEO

ASPECTOS CONTÁBEIS - CONTABILIDADE GERAL E DE CUSTOS

  1. Plano de Contas Padronizado
    • Preliminares - Plano de Contas Padrão
    • Particularidades do Plano de Contas das Produtoras de Audivisuais
  2. Contabilidade de Custos
    • Custos por Produção Cinematográfica
    • Custos por Produção em Vídeo
    • Custos por Produção Fotográfica
  3. Contabilidade Gerencial - Previsão Orçamentária
    • Orçamento de Custos por Produção
    • Orçamento de Gestão Empresarial
  4. Esquemas de Contabilização
    • Adiantamentos Recebidos do Contratante
    • Adiantamentos Concedidos ao Produtor
    • Contabilização dos Custos de Produção
    • Imobilização da Produção Própria
    • Receitas da Produção por Encomenda
    • Receitas de Aluguel de Equipamentos
    • Receitas de Aluguel de Estúdios
    • Produções com Verbas Governamentais

Veja também:

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

1. PLANO CONTÁBIL PADRONIZADO

  1. Preliminares - Plano de Contas Padrão
  2. Particularidades do Plano de Contas das Produtoras de Audiovisuais

Veja também:

1.1. Preliminares - Plano de Contas Padrão

Dada a complexidade e da variedade da estrutura operacional das empresas, é sabido que são necessários sistemas contábeis e de controle mais aguçados para que sejam evitados prejuízos operacionais em determinadas áreas de atuação ou na empresa com um todo. Esses controles e sistemas de custeamento permitirão a fixação de preços de cada um dos serviços prestados e ainda o controle da lucratividade e da rentabilidade do capital investido em cada segmento operacional. E isto não é diferente nas empresas produtoras de audiovisuais.

Na contabilidade das produtoras de audiovisuais, como em qualquer outro tipo de atividade empresarial, serão utilizadas basicamente todas as contas geralmente conhecidas por todo contabilista. Estas contas genéricas podem ser obtidas em nosso Plano de Contas Padronizado - PADRON, elaborado pelo coordenador do site COSIFE.

Entretanto, em consonância com diversos órgãos governamentais e com a classe contábil, o CFC - Conselho Federal de Contabilidade fixou normas para padronização da Contabilidade Digital, aquela processada em computadores eletrônicos de pequeno e grande porte, que deverá ser colocada à disposição dos agentes fiscais de nossas autoridades fazendárias.

Veja no PADRON como ficaram estruturadas as contas depois da convergência das Normas Brasileiras de Contabilidade às Normas Internacionais:

1.2. Particularidades do Plano de Contas das Produtoras de Audiovisuais

  1. Ativo Circulante - Estoques
  2. Ativo Não Circulante - Realizável a Longo Prazo
  3. Ativo Não Circulante - Ativo Permanente - Imobilizado e Intangível
  4. Passivo Circulante
  5. Passivo Não Circulante - Exigível de Longo Prazo
  6. Receitas da Prestação de Serviços
  7. Custos e Despesas dos Serviços Prestados

As particularidades do Plano de Contas da Produtoras de Audiovisuais estão em quase todas a subdivisões do Ativo e do Passivo, conforme veremos a seguir

1.2.1. Ativo Circulante - Estoques

  • Produções em Andamento - Filmes
    • Próprios - Por Produção
    • de Terceiros - Por Produção
  • Produções em Andamento - Vídeos
    • Próprios - Por Produção
    • de Terceiros - Por Produção
  • Produções em Andamento - Fotografias
    • Próprios - Por Produção
    • de Terceiro - Por Produção

No Ativo Circulante serão acrescentadas somente as contas relativas às Produções em andamento que podem constar dos grupamento de Estoques, quando forem produções a serem executadas a curto prazo. As de longo prazo serão contabilizadas no Realizável de Longo Prazo.

Depois de terminadas, o valor das produções próprias, ou seja, de propriedade da produtora serão transferidas para o Ativo Permanente - Imobilizado de Uso, quando, então, passam a ser objeto de depreciação.

Por sua vez, as produções de realizadas por encomenda de terceiros, quando terminadas, ao ser emitida a nota fiscal / fatura para cobrança, seus custos serão transferidas para o grupamento de Custos da Prestação de Serviços.

Por essa razão, cada uma das Produções em Andamento deve ter todos os subtítulos contábeis constantes do grupamento de Custos dos Serviços Prestados, a seguir discriminados.

1.2.2. Ativo Não Circulante - Realizável a Longo Prazos

  • Produções de Terceiros Adquiridas para Revenda
  • Produções em Andamento de Longo Prazo - Próprias

1.2.3. Ativo Não Circulante - Ativo Permanente - Imobilizado

  • Produções Próprias - Para Locação
  • Produção de Terceiros Adquiridas para Locação
  • Equipamentos de Produção
    • Cinematográficos
    • de Áudio
    • Fotográficos
  • Estúdios Fotográficos, Cinematográficos e de Áudio

1.2.4. PASSIVO CIRCULANTE

 

1.2.5. Passivo Não Circulante - Exigível de Longo Prazo

  • Adiantamentos Concedidos por Contratantes
  • Produções com Verbas Governamentais

1.2.6. Receitas da Prestação de Serviços

  • Receitas de Produção - Própria
  • Receitas de Produção - de Terceiros
  • Receitas de Locação de Equipamentos
  • Receitas de Locação de Estúdios

1.2.6.1. Receitas de Produção - Própria

  • Fotografia
  • Vídeo
  • Filmes
    • Curta Metragem
    • Longa Metragem
    • Documentários

1.2.6.2. Receitas de Produção - de Terceiros

  • Fotografia
  • Vídeo
  • Filmes
    • Curta Metragem
    • Longa Metragem
    • Documentários

1.2.6.3. Receitas de Locação de Equipamentos

  • Fotografia
  • Áudio
  • Filmagem

1.2.6.4. Receitas de Locação de Estúdios

  • Fotográfico
  • Filmagem
  • Áudio

1.2.7. Custos dos Serviços Prestados

  • Remunerações e Encargos Sociais
    • Equipe Técnica
      • Pessoas Físicas - Por Produção
      • Pessoas Jurídicas - Por Produção
    • Equipe Artística
      • Pessoas Físicas - Por Produção
      • Pessoas Jurídicas - Por Produção
    • Encargos Trabalhistas e Previdenciários - Por Produção
  • Aluguéis Pagos a Pessoas Físicas ou Jurídicas
    • Aluguel de Equipamentos - Por Produção
    • Aluguel de Estúdios
      • de Filmagem - Por Produção
      • de Dublagem - Por Produção
      • Fotográficos - Por Produção
    • Aluguel de Cenários - Por Produção
    • Aluguel de Móveis e Utensílios - Por Produção
  • Despesas Com Cenografia - Por Produção
  • Despesas de Alimentação das Equipes
    • Com Comprovantes Hábeis - Por Produção
    • Sem Comprovantes Hábeis - Por Produção
  • Despesas com Transporte de Equipamentos e Equipes
    • Com Comprovantes Hábeis - Por Produção
    • Sem Comprovantes Hábeis - Por Produção
  • Despesas com Laboratórios
    • Fotográficos - Por Produção
    • Cinematográficos - Por Produção
    • de Áudio - Por Produção
  • Impostos, Taxas e Contribuições - Por Produção
  • Despesas Financeiras - Por Produção
  • Outros Custos de Produção - Por Produção

2. CONTABILIDADE DE CUSTOS

  • Custos por Atividade Operacional
    • Custos por Produção Cinematográfica
    • Custos por Produção em Vídeo
    • Custos por Produção Fotográfica
  • Custos por Segmento Operacional
    • Documentários
    • Curtas e Longas Metragens
    • Publicidade e Propaganda
  • Custos por Unidade Operacional
    • Matriz
    • Filiais, Agências ou Sucursais
    • Diversos Centros de Produção
  • Custos por Departamento
    • Administração
    • Produção
    • Vendas
  • Custos por Seção
    • Contabilidade
    • Tesouraria
    • Almoxarifado
    • Oficina de Manutenção
  • Custos por Produção Realizada

Com a implantação dos citados centros de custeamento, os resultados poderão ser apurados mediante a atribuição das respectivas receitas, sendo assim possível saber a rentabilidade do capital investido em cada um desses segmentos operacionais e a lucratividade que estão oferecendo. Isto permitirá ao administrador decidir quais medidas a serem adotadas. Entre as medidas, pode estar o fechado de determinadas unidades com prejuízo e a ampliação de outras com maior possibilidades de lucro ou a alteração de preços ao consumidor.

Como exemplo pode ser citada apuração de resultados de cada um dos Estudos por acaso existentes.

  • Valor Aplicado no Estúdio = Ativo Permanente = Imobilizado de Uso + Diferido (Despesas Pré-Operacionais)
  • Receita Bruta Locação do Estúdios - Uso Próprios e de Terceiros
  • Custos de Manutenção do Estúdio

Estrutura Básica do Orçamento de Custos das Produções

  • Equipe Técnica e Equipe Artística
  • Aluguel de Equipamentos de Filmagem
  • Aluguel de Estúdios de Filmagem e Dublagem
  • Aluguel e Despesas com Cenários
  • Aluguel de Móveis e Utensílios
  • Despesas de Alimentação das Equipes
  • Despesas com Transporte de Equipamentos e Equipes
  • Encargos Trabalhistas e Previdenciários
  • Despesas com Laboratórios Fotográficos, Cinematográficos e de Áudio
  • Impostos, Taxas e Contribuições
  • Outros Custos de Produção
  • Rateio de Custos Administrativos da Produtora
  • Despesa de Prestação de Serviços da Produtora

3. CONTABILIDADE GERENCIAL - PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA

  • Orçamento de Custos por Produção
    • Previsão de Custos de Produção
    • Previsão de Custos Administrativos (por rateio)
    • Impostos, Taxas e Contribuições
    • Previsão de Lucro
  • Orçamento de Gestão Empresarial
    • Previsão de Receita
    • Previsão de Custos
    • Previsão de Despesas
    • Impostos, Taxas e Contribuições
    • Previsão de Lucro

Veja informações complementares em Contabilidade Gerencial

4. ESQUEMAS DE CONTABILIZAÇÃO

  • Adiantamentos Recebidos do Contratante
  • Adiantamentos Concedidos ao Produtor
  • Contabilização dos Custos de Produção
  • Imobilização da Produção Própria
  • Receitas da Produção por Encomenda
  • Receitas de Aluguel de Equipamentos
  • Receitas de Aluguel de Estúdios
  • Produções com Verbas Governamentais

(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.