início > contabilidade Ano XX - 20 de agosto de 2019



QR - Mobile Link
COSIF 1.1.4 - Elenco de Contas

COSIF - Plano Contábil das Instituições do SFN
COSIF 1 - Normas Básicas
COSIF 1.1 -
Princípios Gerais
COSIF 1.1.4 - Elenco de Contas
(Revisada em 16-02-2019)

  1. Atributo - Identificação das Instituições X Contas Utilizáveis
  2. Elenco de Contas  - Relação das Contas
  3. Codificação das Contas
  4. Dígito de Controle da Conta
  5. Elemento Caracterizador da Conta Padronizada - Imodificável

1.1.4.1 - Cada uma das instituições relacionadas no item 1.1.1.2 tem elenco de contas próprio, sendo que as associações de poupança e empréstimo devem utilizar o das sociedades de crédito imobiliário. Tais contas são aquelas constantes do COSIF 2.1, sendo permitida, a cada instituição, a utilização, apenas, dos títulos contábeis ali previstos, com o atributo próprio da instituição, observado o contido no item seguinte. (Circ. 1273) - [ver NOTA 1.1.4.1]

1.1.4.2 - A disposição dos títulos contábeis no Elenco de Contas observa, na Relação das Contas, a seqüência do código de contas, e, na função das Contas, a ordem alfabética. (Circ. 1273)

1.1.4.3 - A codificação das contas observa a seguinte estrutura: (Circ. 1273)

a) 1º dígito - GRUPOS

I. Ativo:

  • 1 - Circulante e Realizável a Longo Prazo;
  • 2 - Permanente;
  • 3 - Compensação;

II. Passivo:

  • 4 - Circulante e Exigível a Longo Prazo;
  • 5 - Resultados de Exercícios Futuros;
  • 6 - Patrimônio Líquido;
  • 7 - Contas de Resultado Credoras;
  • 8 - Contas de Resultado Devedoras;
  • 9 - Compensação.

b) 2º dígito - SUBGRUPOS

c) 3º dígito - DESDOBRAMENTOS DOS SUBGRUPOS

d) 4º e 5º dígitos - TÍTULOS CONTÁBEIS

e) 6º e 7º dígitos - SUBTÍTULOS CONTÁBEIS

f) 8º dígito - CONTROLE (dígito verificador)

1.1.4.4 - O dígito de controle da conta é obtido segundo a regra abaixo: (Circ. 1273)

a) multiplica-se cada algarismo do código, respectivamente, por 3, 7 e 1, da direita para a esquerda;

b) somam-se as 7 (sete) parcelas resultantes;

c) divide-se o total obtido por 10 (dez);

d) a diferença entre 10 (dez) e o resto (R) dessa divisão, ou seja, (10 - R) é o dígito de controle, conforme exemplo abaixo:

código:
1.1.1.10.00
3 1 7 31 73
<== multiplicadores
| | | || || <== multiplicação 3 X 0 = 0
| | | || | 
<== multiplicação 7 X 0 = 0
| | | ||   
<== multiplicação 1 X 0 = 0
| | | | 
   <== multiplicação 3 X 1 = 3
| | |      
<== multiplicação 7 X 1 = 7
| |        
<== multiplicação 1 X 1 = 1
         <== multiplicação 3 X 1 = 3
Soma 14 : 10 = 1, resto = 4
CONTROLE (dígito verificador) = 10 - 4
CONTROLE = 6

e) se o resto da divisão for 0 (zero), o dígito de controle também é 0 (zero).

1.1.4.5 - A instituição não pode alterar ou modificar qualquer elemento caracterizador da conta padronizada, ou seja: código, título, subtítulo ou função. (Circ. 1273)


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.