início > contabilidade Ano XX - 20 de setembro de 2019



QR - Mobile Link
NBC-CTA-18 ANEXO IV - Modelo de relatório sobre a revisão das ITR quando há alteração de política contábil

NBC - NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE

NBC - CT - COMUNICADOS TÉCNICOS

NBC - CTA - COMUNICADOS TÉCNICOS - AUDITORIA

NBC-CTA-18 - EMISSÃO DO RELATÓRIO DO AUDITOR INDEPENDENTE E PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA REQUERIDOS QUANDO DA REAPRESENTAÇÃO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS OU INFORMAÇÕES INTERMEDIÁRIAS

ANEXO IV - Modelo de relatório sobre a revisão das ITR quando há alteração de política contábil na situação em que o auditor antecessor foi contratado para auditar os ajustes dos valores correspondentes (auditoria somente do balanço patrimonial) apresentados para fins de comparação com o período corrente

Relatório dos auditores independentes sobre as informações correspondentes

Aos Conselheiros e Diretores da (adaptar conforme apropriado)

[Nome da entidade]

[Cidade - Estado]

Introdução

Examinamos as informações correspondentes, individuais e consolidadas, da [nome da entidade] (Companhia) que compreendem os balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 20X2 (*), assim como o resumo das principais práticas contábeis e demais notas explicativas. Essas informações correspondentes estão sendo apresentadas, para fins de comparação, no Formulário de Informações Trimestrais (ITR) referente ao trimestre findo em 31 de março de 20X3.

(*) Pode ser adaptado para incluir o balanço de abertura.

Responsabilidade da administração sobre as informações correspondentes sobre o balanço patrimonial

A administração da Companhia é responsável pela elaboração e adequada apresentação do balanço patrimonial individual de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e do balanço patrimonial consolidado de acordo com as normas internacionais de relatório financeiro (IFRS) emitidas pelo International Accounting Standards Board (IASB), e de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, assim como pelos controles internos que ela determinou como necessários para permitir a elaboração dessas demonstrações contábeis livres de distorção relevante, independentemente se causada por fraude ou erro.

Responsabilidade dos auditores independentes sobre as informações correspondentes do balanço patrimonial

Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre as informações correspondentes do balanço patrimonial, individual e consolidado, com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis estão livres de distorção relevante.

Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgações apresentados nas demonstrações contábeis. Os procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, independentemente se causada por fraude ou erro. Nessa avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada apresentação das demonstrações contábeis da Companhia para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia desses controles internos da Companhia. Uma auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas pela administração, bem como a avaliação da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto.

Acreditamos que a evidência de auditoria obtida é suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinião.

Opinião sobre as informações correspondentes individuais

Em nossa opinião, as informações correspondentes individuais acima referidas apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da [nome da entidade] em 31 de dezembro de 20X2, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil.

Opinião sobre as informações correspondentes consolidadas

Em nossa opinião, as informações correspondentes consolidadas acima referidas apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira consolidada da [nome da entidade] em 31 de dezembro de 20X2, de acordo com as normas internacionais de relatório financeiro (IFRS) emitidas pelo International Accounting Standards Board (IASB) e as práticas contábeis adotadas no Brasil.

Ênfase

Em ___ de _____ de 2013, emitimos um relatório de auditoria sem modificação sobre o conjunto completo das demonstrações contábeis, individuais e consolidadas, referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 20X2. Conforme mencionado na nota explicativa X, as informações correspondentes acima referidas foram alteradas em relação àquelas demonstrações contábeis anteriormente divulgadas relativas ao exercício findo em 31 de dezembro de 20X2 pelas razões mencionadas na referida nota explicativa X. Nossa opinião está limitada às informações correspondentes acima referidas, uma vez que não fomos contratados para auditar, revisar ou aplicar quaisquer outros procedimentos sobre as informações contábeis intermediárias da Companhia referentes ao período de três meses findo em 31 de março de 20X3 e, portanto, não expressamos opinião ou qualquer forma de asseguração sobre estas informações contábeis intermediárias tomadas em conjunto. A presente opinião não contém modificação relacionada a este assunto.

[nome da cidade], ___ de __________________ de 20___

Nome da firma de auditoria

CRC _______________

[Nome do sócio]

Contador CRC


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.