início > contabilidade Ano XX - 21 de setembro de 2019



QR - Mobile Link
CONTABILIDADE DE TRANSPORTES

CONTABILIDADE DE TRANSPORTES

ASPECTOS OPERACIONAIS

TRANSPORTES RODOVIÁRIOS

  • Transporte de Passageiros (Urbano, intermunicipal, interestadual e internacional)
  • Transporte de Cargas (Urbano, intermunicipal, interestadual e internacional - Pesadas, leves, perecíveis, em recipientes padronizados (containers), a granel)

Transporte Rodoviário de Passageiros

O transporte de passageiros pode ser:

a) - urbano e intermunicipal (muito comum nas cidades dormitório das grandes metrópoles)

b) - interestadual (geralmente entre capitais e cidades mais importantes)

c) - internacional (comum no Brasil com empresas de turismo que exploram as rotas entre o Brasil, Uruguai, Argentina e Chile, aproveitando os itinerários pelas cidades de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul, na ida, e do interior do Paraná, na volta), geralmente saindo do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Em qualquer dos casos mencionados, o detalhe mais importante é a fixação de preços das passagens que garantam a rentabilidade esperada. As empresas geralmente exploram várias rotas e cada uma tem uma peculiaridade. Por isso é importante a fixação dos custos por rota com o veículo vazio e com a média de passageiros transportados, que será o padrão para fixação do preço das passagens.

Obviamente que deverão ser utilizados os conhecimentos científicos de estatística, colhendo-se dados de diversos horários, em todos os dias da semana, nas semanas de cada mês, nos fins de semana, nos períodos de feriado prolongado, em cada mês, em cada trimestre e em vários anos.

TRANSPORTE URBANO E INTERMUNICIPAL

No Transporte Urbano e Intermunicipal deve ser estudada a velocidade média nas diversas regiões dos centros urbanos e principalmente nas zonas metropolitanas. Essas velocidades, dependendo dos engarrafamentos, pode variar entre 10 e 15 km/hora. Também deve ser levado em conta algumas peculiaridades como o transporte por intermédio de ônibus convencional, por ônibus articulado, por micro-ônibus ou por peruas. Em algumas cidades, este último se tornou mais viável, principalmente quando explorado por cooperativas de transportadores autônomos.

Ver os Estados e seus respectivos Municípios

  • nos Municípios - Secretaria Municipal de Transportes
  • nos Estados - Secretaria de Estado dos Transportes

TRANSPORTE INTERESTADUAL

No Transporte Intermunicipal, se forem utilizadas vias expressas, a velocidade média aumentará, mas talvez nunca ultrapasse a média de 50km/h (de uma estação rodoviária até outra). No caso das regiões metropolitanas, o normal seria a velocidade média de 25km/h, considerando-se que os veículos também vão trafegar pelas zonas de congestionamento até chegarem às vias expressas. Os corredores exclusivos para ônibus geralmente aumentam a velocidade, principalmente se existirem zonas de ultrapassagem para os ônibus expressos, porque os ônibus urbanos tem a velocidade média entre 10 e 15 km/h.

TRANSPORTE RODOVIÁRIO NACIONAL E INTERNACIONAL

No Transporte Rodoviário interestadual e internacional, a velocidade média pode chegar a 75km/h em rodovias de boa qualidade, com parada para refeições. Em velocidades médias superiores a 75 km/h a viagem torna-se perigosa.

Ver:

Transporte Rodoviário de Cargas

  • Transporte Urbano de Cargas
  • Transporte Intermunicipal de Cargas
  • Transporte Interestadual de Cargas
  • Transporte Internacional de Cargas

Ver: Estados e seus respectivos Municípios

  • Ministério dos Transportes  - Transportes Terrestres
  • ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres
  • nos Municípios - Secretaria Municipal de Transportes
  • nos Estados - Secretaria de Estado dos Transportes

TRANSPORTES FERROVIÁRIOS

  • Transporte de Passageiros (Urbano, intermunicipal, interestadual e internacional)
  • Transporte de Cargas  (Intermunicipal, interestadual e internacional - pesadas, leves, perecíveis, em recipientes padronizados (containers), a granel)

Ver:

TRANSPORTE MARÍTIMO E FLUVIAL

  • Transporte de Passageiros (Turismo e Lazer) - internacional , nacional e regional
  • Transporte de Cargas - internacional e cabotagem - pesadas, leves, em recipientes especiais (container), a granel

Ver:

TRANSPORTE AÉREO

  • Transporte de Passageiros - regional, nacional e internacional
  • Transporte de Carga - regional, nacional e internacional

Ver:


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.