início > textos Ano XX - 27 de junho de 2019



QR - Mobile Link
JUROS ALTOS E A CORRUPÇÃO

JUROS ALTOS E A CORRUPÇÃO

BRASIL PAGA JUROS ALTOS POR CAUSA DA CORRUPÇÃO

São Paulo, fevereiro de 2002 (Revisado em 26-06-2017)

Referências: As Altas Taxas de Juros durante o Governo FHC e nos Governos anteriores, corrupção e corruptores, sonegação fiscal, sinais exteriores de riqueza, enriquecimento ilícito.

Veja também:

JUROS ALTOS E A CORRUPÇÃO

Por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFE

Segundo foi divulgado através da televisão, um membro do governo norte-americano disse que “o Brasil paga juros altos por causa da corrupção”.

Sobre outros comentários do secretário do tesouro norte-americano Paul O'Neil, veja o texto sobre o Balanço de Pagamentos.

SINAIS EXTERIORES DE RIQUEZA E ENRIQUECIMENTO ILÍCITO

Pergunta-se: Será que é muito difícil saber quem são os corruptos? Por acaso, são muitas as autoridades a assinar esses contratos de financiamentos e de empréstimos em nome do Brasil?

Os servidores públicos corruptos, assim como os falsos representantes do Povo no Congresso Nacional, são facilmente identificáveis pelos seus sinais exteriores de riqueza que seus limitados salários não poderiam comprar.

Pergunta-se ainda: Por acaso, são muitas as autoridades a assinar esses contratos de financiamentos e de empréstimos em nome do Brasil?

Parece que além dos gestores de nossa política econômica e monetária federal, os Estados também podiam assinar esses mesmos contratos. E não são muitas as pessoas com tais poderes em todo o país.

O cidadão comum não consegue entender a razão pela qual os competentes gestores de nossa política monetária captam dinheiro pagando elevadas taxas de juros e depois aplicam as reservas monetárias do país recebendo taxas de juros baixíssimas.

OS PROFISSIONAIS DO MERCADO E O RISCO BRASIL

Dizem que é o “mercado” e talvez seja o tal Risco Brasil que durante o Governo FHC era muito elevado. O Brasil vivia à beira da bancarrota. Por isso, pedia empréstimos ao FMI - Fundo Monetário Internacional e aos banqueiros do "Clube de Paris".

Todos devem saber que os banqueiros ganham a diferença entre o que pagam e o que recebem. Essa prática é válida não só para os banqueiros como para qualquer tipo de negócio. O comerciante sempre compra por um preço menor do que o de venda do mesmo produto ao consumidor final.

Mas, por que os banqueiros ganham tanto?

Por que no Brasil a margem de lucro dos banqueiros é tão mais alta do que a dos demais segmentos empresariais?

É justamente aí que está o problema. Quem os está ajudando? Quais seriam os corruptos?

Por isso precisamos saber quem está protegendo os banqueiros em detrimento dos setores produtivos do país. Os empresários e suas entidades representativas reclamam, porém, ninguém toma conhecimento. E geralmente os que reclamam são os incautos e preconceituosos eleitores dos políticos que aí estão.

Será que tem razão a corrente política que quer a estatização dos bancos?

De outro lado, os bancos estaduais sempre foram sinônimo de favorecimento a determinados grupos de empresários que financiam campanhas eleitoreiras, o que provocou a insolvência desses bancos em quase todos os estados da nossa federação. Isto é, os favorecidos pelos empréstimos sempre pagavam baixas taxas de juros e na maioria dos casos se tornavam inadimplentes.

Por sua vez, aos bancos privados pagam altas taxas de juros os pequenos e médios clientes. Eles são pessoas físicas e empresas comerciais, industriais e prestadoras de serviços. Esse elevado custo financeiro acaba repassado para o custo dos produtos vendidos, o que gera inflação em prejuízo da população que recebe salários já corroídos por essa mesma inflação e sem reajustes periódicos.

OUTROS FATOS INEXPLICÁVEIS

E dentre esses fatos inexplicáveis ainda existem outros:

- Por que os banqueiros falidos recebem dinheiro do Banco Central do Brasil?

- Por que os segmentos de pequenos e médios empresários nada recebem do governo?

- Por que os mutuários do Sistema Financeiro Nacional pagam juros tão altos?

- Quais são as vítimas da exclusão social, os banqueiros ou o povo?

INCENTIVOS FISCAIS SOMENTE PARA RICOS

Aliás, além dos banqueiros, os únicos que recebem dinheiro barato do governo são os detentores de incentivos fiscais do Norte e do Nordeste e alguns outros privilegiados, onde também se incluem os políticos, as empresas privatizadas e as multinacionais, principalmente as do setor automotivo.

E o presidente, que taxou os aposentados como "vagabundos", disse ao Congresso Nacional que o povo merece mais atenção. Será que falou do fundo do coração? Ou foi a mais pura demagogia? É um tremendo "cara de pau".

BRASIL PAGA JUROS ALTOS POR CAUSA DA CORRUPÇÃO

Por Agência Estado - Publicado em 01/02/2002 - Extraído em 30/11/2014

NOTA DO COSIFE:

O Estadão não quer que a notícia seja comentada. Talvez seja por essa motivo que não permita sua publicação.

Com tal procedimento, a imprensa independente (via internet) torna-se diuturnamente maior.

Não à toa que as bancas de jornal estão sumindo das ruas e avenidas.