início > contabilidade Ano XX - 20 de julho de 2019



QR - Mobile Link
VAGÕES DE TRENS SÃO SAQUEADOS NO INTERIOR DE SÃO PAULO

CONTABILIDADE DE TRANSPORTES - AS FERROVIAS NO BRASIL

A QUALIDADE E A PRODUTIVIDADE IMPOSTAS PELAS PRIVATIZAÇÕES

São Paulo, 20/06/2010 (Revisado em 23-01-2016)

Coletânea por Américo G Parada Fº - Contador - Coordenador do COSIFe

VAGÕES DE TRENS SÃO SAQUEADOS NO INTERIOR DE SÃO PAULO

JORNAL NACIONAL de 05/04/2003 somente texto.

Vagões de trens estão sendo saqueados no interior de São Paulo. Eles viraram sucata por causa de um jogo de empurra entre a Rede Ferroviária Federal e uma empresa concessionária.

O barulho das marretas começa logo que o dia amanhece. Todo tipo de ferramentas é usado na rápida demolição dos trens que, até a privatização das rodovias, transportavam passageiros pelo estado de São Paulo.

Os vagões já estavam parados há dois anos, quando moradores dos bairros decidiram começar a retirar a sucata. Logo, veio mais gente de outros pontos da cidade. Hoje, há pelo menos 50 famílias que vivem da venda do material. Mulheres e até crianças ajudam a separar tudo o que tenha valor para os ferros-velhos, principalmente aço inox. "Eu estou fazendo isso porque tenho necessidade", diz um sucateiro. A polícia já prendeu três pessoas. Às vezes, você fica com medo, mas você tem que enfrentar, diz outro sucateiro.

A empresa que explora o transporte ferroviário na região alega que devolveu os vagões para a Rede Ferroviária Federal antes do começo da depredação, e que a estatal não recolheu os trens. "Não há necessidade mais desse patrimônio grande, nós precisamos das linhas e do pátio. Mais nada. Eu não sei qual a prioridade da RFFSA, mas é dela a responsabilidade", alega José Homero Elias, da Ferroban.

Os representantes da rede ferroviária, que não gravam entrevista, dizem que a devolução nunca aconteceu, e que a concessionária vai ter que arcar com os danos no patrimônio público sobre a guarda dela. Enquanto essa discussão demora, os sucateiros têm pressa.

PRÓXIMO TEXTO: CPI DO SISTEMA FERROVIÁRIO: ALL PODE ESTAR DESTRUINDO PATRIMÔNIO PÚBLICO


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.