início > contabilidade Ano XX - 19 de abril de 2019



QR - Mobile Link
RÁDIOS COMUNITÁRIAS - ASPECTOS OPERACIONAIS

CONTABILIDADE POR SEGMENTOS OPERACIONAL

CINE, VÍDEO, RÁDIO, TELEVISÃO, PROPAGANDA

CONTABILIDADE DAS RÁDIOS COMUNITÁRIAS

ASPECTOS OPERACIONAIS (Revisada em 25-10-2018)

Veja também:

  • Aspectos Administrativos

OPERAÇÕES PERMITIDAS

No Artigo 4º daLei 9.612/1998 lê-se:

Art. 4º As emissoras do Serviço de Radiodifusão Comunitária atenderão, em sua programação, aos seguintes princípios:

I - preferência a finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas em benefício do desenvolvimento geral da comunidade;

II - promoção das atividades artísticas e jornalísticas na comunidade e da integração dos membros da comunidade atendida;

III - respeito aos valores éticos e sociais da pessoa e da família, favorecendo a integração dos membros da comunidade atendida;

IV - não discriminação de raça, religião, sexo, preferências sexuais, convicções político-ideológico-partidárias e condição social nas relações comunitárias.

§ 1º É vedado o proselitismo de qualquer natureza na programação das emissoras de radiodifusão comunitária.

§ 2º As programações opinativa e informativa observarão os princípios da pluralidade de opinião e de versão simultâneas em matérias polêmicas, divulgando, sempre, as diferentes interpretações relativas aos fatos noticiados.

§ 3º Qualquer cidadão da comunidade beneficiada terá direito a emitir opiniões sobre quaisquer assuntos abordados na programação da emissora, bem como manifestar ideias, propostas, sugestões, reclamações ou reivindicações, devendo observar apenas o momento adequado da programação para fazê-lo, mediante pedido encaminhado à Direção responsável pela Rádio Comunitária.

PROGRAMAÇÃO - A IMPORTÂNCIA DO CONTEÚDO

Assim como acontece com os sites existentes na internet, as Rádios Comunitárias também precisam apresentar conteúdo que satisfaça as necessidades de seus visitantes. Os sites têm visitantes visuais e as rádios têm visitantes auditivos.

As Rádios Comunitárias se tonam mais importantes que os sites porque grande parte das pessoas prefere ouvir do que ler ou escrever.Isto acontece principalmente nas localidades menos favorecidas pela educação e pela cultura e também nas menos favorecidas de recursos econômicos.

Em alguns locais torna-se importante a simples leitura de um livro pelo locutor, visto que muitas pessoas não têm acesso aos livros ou por excesso de trabalho ede outras obrigações familiares ou profissionais não têm o tempo necessário à leitura.

De outro lado, os sites, assim como as emissoras de televisão, as grandes emissoras de rádio e ainda os jornais e as revistas abordam temas genéricos, enquanto as Rádios Comunitárias devem estar ligadas nos acontecimentos locais, com informações que possam proporcionar um melhor entrosamento naquela comunidade e com as comunidades vizinhas.

Torna-se importante ainda a disseminação do saber prático, técnico e teórico estritamente necessário ao pleno desenvolvimento local.Assim, são importantes os cursos e as palestras que possam ajudar as pessoas ase desenvolverem sob vários aspectos, inclusive no aspecto profissional que geremelhor renda para a família.

Em suma, a Rádio Comunitária deve incutir na comunidade a necessidade de ampliação do conhecimento pessoal que possa ser plenamente empregado economicamente de modo a proporcionar um melhor estilo de vida ou de sobrevivência digna.


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.