início > contabilidade Ano XXI - 8 de agosto de 2020


QR - Mobile Link
CONTABILIDADE DE CUSTOS

CONTABILIDADE DAS EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS

CONTABILIDADE DE CUSTOS

  1. ANÁLISE DOS CUSTOS FIXOS DOS SERVIÇOS PRESTADOS
  2. DEMAIS CUSTOS OPERACIONAIS
    1. CUSTOS VARIÁVEIS DOS SERVIÇOS PRESTADOS (mão-de-obra direta utilizada com os encargos sociais)
    2. CUSTO DOS MATERIAIS DE REPOSIÇÃO UTILIZADOS
    3. CUSTOS ADMINISTRATIVOS (diretos e indiretos)
    4. CUSTOS DE DISTRIBUIÇÃO (veículos e respectivos empregados)
    5. CUSTOS DE ARMAZENAMENTO (estoques)

Veja também: CONTABILIDADE POR SEGMENTO ADMINISTRATIVO

  1. CONTABILIDADE DE CUSTOS
  2. CONTABILIDADE FINANCEIRA - GERENCIAMENTO DO FLUXO DE CAIXA
  3. CONTABILIDADE DIGITAL - SPED - SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL

Por Américo G Parada Fº - Coordenador do COSIFE.

1. ANÁLISE DOS CUSTOS DOS SERVIÇOS PRESTADOS

São custos operacionais ou empresariais: aluguéis e leasing, depreciações e amortizações e outros custos incidentes mesmo que a empresa não esteja em funcionamento, como, por exemplo, o IPTU.

Portanto, tal como as empresas comerciais e industriais, as empresas prestadoras de serviços também têm a necessidade de ter uma perfeita contabilidade de custos, principalmente aquelas que tenham grande número de departamentos em uma única loja e também que tenham cadeia de lojas.

É necessário saber os resultados de cada departamento e os resultados de cada loja, para que os dirigentes possam refletir sobre as decisões a tomar quanto ao redimensionamento e até sobre o eventual fechamento de lojas ou departamentos que estão amargando ou sofrendo prejuízos que coloquem em risco a estabilidade ou continuidade econômica e financeira da empresa.

É necessário saber o custo médio de cada tipo de serviço prestado para fixação dos preços a serem cobrados ("precificação"). Veja os principais tipos de custeamento dos serviços:

  1. Mão de obra Direta (por tempo gasto na prestação do serviço)
    1. Rateio dos Salários dos Empregados por hora trabalhada
    2. Rateio dos Encargos Sociais (Trabalhistas e Previdenciários) por hora trabalhada
  2. Custo Efetivo ou Médio dos Materiais diretamente empregados na prestação de serviço
  3. Rateio dos Custos do espaço utilizado por hora trabalhada (aluguéis, depreciações e eventuais amortizações de despesas de implantação e reestruturação, etc)
  4. Rateio de Despesas Administrativas por hora trabalhada (luz, água e esgoto, telefone, material de escritório, limpeza e conservação, pró-labore, salários e encargos sociais, etc)

No momento da fixação dos preços dos serviços prestados, devem ser levados em consideração:

  1. Os custos acima apurados
  2. A margem de lucro bruta necessária
  3. Os impostos incidentes sobre a Receita Bruta ou sobre o Lucro Real ou Presumido
    1. IRPJ - sobre o Lucro Presumido ou Lucro Real
    2. CSLL - sobre o Lucro Presumido ou Lucro Real
    3. PIS / Cofins sobre a Receita Bruta
    4. ISS sobre a Receita Bruta

2. DEMAIS CUSTOS OPERACIONAIS

Entre os demais custos operacionais, na CONTABILIDADE DE CUSTOS, estão:

  1. CUSTOS VARIÁVEIS DOS SERVIÇOS PRESTADOS (mão-de-obra direta utilizada com os encargos sociais)
  2. CUSTO DOS MATERIAIS DE REPOSIÇÃO UTILIZADOS
  3. CUSTOS ADMINISTRATIVOS (diretos e indiretos)
  4. CUSTOS DE DISTRIBUIÇÃO (veículos e respectivos empregados)
  5. CUSTOS DE ARMAZENAMENTO (estoques)

(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.