início > cursos Ano XX - 25 de agosto de 2019



QR - Mobile Link
Desfalques em Fundações de Previdência Privada - Operações com Títulos Públicos 2

BLINDAGEM FISCAL E PATRIMONIAL - ARTIFÍCIOS UTILIZADOS POR SONEGADORES

4 - CRIMES EMPRESARIAIS, DE SERVIDORES PÚBLICOS E DE PROFISSIONAIS DO MERCADO

4.2 - EXEMPLOS PRÁTICOS DE CRIMES DE PROFISSIONAIS DO MERCADO <-- clique para voltar

4.2.1 - Desfalques em Fundações de Previdência Privada

4.2.1.2 - Operações com Títulos Públicos

Os administradores do Fundo de Pensão Alpha estão dispostos a  desfalcar a entidade dos trabalhadores. Então, combinam com profissionais do mercado de capitais que se dispõem a fazer a SIMULAÇÃO da operação e a DISSIMULAÇÃO do desfalque.

Primeiramente a Gangue conseguem como comprador para os títulos um Banco Estadual que administra um Fundo de Investimentos do qual participam seus clientes.

A DTVM "A" se dispõe a intermediar a operação, porém, antes negocia o título com outras Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários que se incumbem de entregar o dinheiro desviado do Fundo de Pensão a um "testa de ferro" que depositará o fruto do desfalque num banco offshore constituído num paraíso fiscal.

Porém, a operação com o Interceptador será do tipo Day-Trade, mas com instituições diferentes, para dificultar o rastreamento.

Creditado o dinheiro na conta bancária fantasma do "testa de ferro", ele o transfere para um banco offshore, que imediatamente o investe no Banco Estadual.

A conta bancária fantasma do "testa de ferro" foi aberta em discordância com disposto no art. 64 da Lei 8.383/1991. Assim, tornam-se coniventes o gerente e os administradores do Banco.


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.