início > contabilidade Ano XX - 23 de agosto de 2019



QR - Mobile Link
INTRODUÇÃO - CONTABILIDADE INTEGRADA

CONTABILIDADE INTEGRADA

SISTEMAS ELETRÔNICOS DE GERENCIAMENTO CONTÁBIL E OPERACIONAL

INTRODUÇÃO

No passado alguns professores diziam aos seus alunos que houve a necessidade de adaptação dos contabilistas aos avanços da informática e das telecomunicações. Na realidade aconteceu o inverso. A informática e as telecomunicações evoluíram diante das necessidades contábeis primeiramente das Nações e depois em razão do gigantismo das empresas públicas e privadas.

Outros professores diziam que a Lei das Sociedades por Ações foi importante para os avanços da contabilidade no Brasil.

Enganavam-se ao pressupor que os contabilistas trabalhavam somente em escritórios de contabilidade para atendimento à pequenas empresas, aquelas em que seus proprietários ou administradores nem faziam questão de ter um perfeito sistema contábil e até desprezavam a contabilidade por mais rudimentar que fosse. Os empresários que agiam (ou ainda agem) dessa forma foram e ainda são os que chegam à falência.

Entretanto, ao contrário do que pensavam e diziam alguns dos indiretamente citados, foi o assessoramento dado pelos contabilistas aos dirigentes públicos e aos controladores das grandes empresas que aguçou a busca pelas formas avançadas de contabilização, principalmente em razão do gigantismo das empresas em que trabalhavam e da quantidade de informações para serem processadas diariamente.

Mas, como sempre aconteceu desde a fabricação do primeiro computador a válvulas, o governo sempre foi o maior interessado em absorver essas novas tecnologias.

Os projetistas do ENIAC (1943) terminaram seu projeto somente depois de encampado pela Remington (fabricante de máquinas de escrever), que entregou o UNIVAC para realização do censo norte-americano em 1951. Contudo, o segundo computador a ser fabricado foi o primeiro a entrar em operação, servindo também ao governo norte-americano. A primeira unidade funcionou até 1963 e uma outra, das 46 unidades fabricadas, funcionou até 1970.

É inegável que de fato existem ou existiram contabilistas avessos às modernidades e aos avanços científicos e tecnológicos. A falta de estudo para reciclagem ou aperfeiçoamento das tecnologias e dos conhecimentos rapidamente retiram os excessivamente conservadores do mercado de trabalho. Assim também também com outros profissionais de nível superior. As profissões e seus profissionais precisam ficar antenados com os avanços tecnológicos já utilizados pelos pioneiros.

Em razão da forte influência dos avessos às novas tecnologias, o teleprocessamento de dados teve significativa adesão somente na década de 1990.

Graças a esses avanços, exigidos pelos contadores, atualmente temos avançados sistemas de processamento de dados.

A Contabilidade Integrada não seria possível sem os avanços nas telecomunicações que também foram implantados por iniciativa governamental. Antes da constituição da Embratel e da Telebrás para controlar empresas estaduais de telecomunicações, os sistemas de telecomunicações no Brasil eram atrasados em razão do descaso das empresas privadas brasileiras e estrangeiras antigamente existentes.

Veja informações complementares em Retrospectiva dos Sistemas de Escrituração Disponíveis.


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.