início > contabilidade Ano XXI - 13 de novembro de 2019



QR - Mobile Link
TÉCNICAS UTILIZADAS POR EMPRESAS BRASILEIRAS - Elaboração e análise de fluxogramas

AUDITORIA ANALÍTICA EM FACE DA AUDITORIA INDEPENDENTE

TÉCNICAS DE AUDITORIA ANALÍTICA UTILIZADAS NO BRASIL - UM ESTUDO DE CASOS

CAPÍTULO 5.4 - ANÁLISE DOS RESULTADOS DA PESQUISA EFETUADA

5.4.1 - Quadro II-AB - TÉCNICAS UTILIZADAS POR EMPRESAS BRASILEIRAS

AB. Elaboração e análise de fluxogramas de sistemas

Procedimentos das empresas Empresas de origem nacional
Empresa A Empresa B Empresa C Empresa D Empresa E
B.1. Métodos de fluxogramas utilizados ANSI - simbologia universalmente adotada Playscript ANSI - simbologia universalmente padronizada ANSI - Simbologia universalmente padronizada ANSI- símbolo padronizados universalmente Diagramas de fluxo de transações
B.2. Explicação dos métodos indicados Consiste na aplicação das técnicas largamente utilizadas para representar graficamente as transações da empresa auditada Baseia-se no script usado em teatro, cinema e televisão e compõe-se de "palco", "ator" e "ação" Consiste na utilização de simbologia universalmente conhecida, que irá facilitar a interpretação e análise do sistema, graficamente, por todos aqueles que aplicam a auditoria analítica Consiste na demonstração do sistema em forma global, conforme sua sequência lógica Transformando-se as informações em diagramas e combinando blocos e setas para indicar o processamento das transações
B.3. Técnicas de fluxogramação do sistema Horizontal por organização Playscript Horizontal por organização Horizontal Horizontal por organização
B.4. Referência dos pontos críticos nos papéis de trabalho Sim Sim Sim Sim Sim
B.4.1. Forma de registro nós papéis de trabalho Através de destaque no próprio fluxo, ou menção em papéis de trabalho específico 1) Questionários 2) Fluxos lógicos 3) Formulários de segregação de funções Identificando falhas de controles com ponto de atenção para inclusão no programa de trabalho para execução dos testes de validação, bem como para medir o risco Destaque do ponto crítico com descrição pormenorizada do mesmo e observações do pessoal do cliente Relatórios
B.5. Confecção de fluxograma "ideal" para corrigir as falhas encontradas nas rotinas - Sim, mediante a solicitação do cliente Não Sim. As alternativas de vem ser apresentadas de forma clara ao cliente, para que ele opte por sua inclusão no fluxograma Não, exceto se solicitado pelo cliente Sim
B.6. Vantagens dos fluxogramas na fase de auditoria preliminar Rapidez na avaliação dos controles internos
Pronta identificação de "controles-chave" e eventuais falhas de controles
Definição da extensão dos testes a serem aplicados
Usualmente nenhuma Possibilita uma visão global e abrangente do sistema avaliado
Permite, com essa visualização, a identificação e análise dos pontos fracos de controle interno
Planejamento do trabalho mais eficiente Permite detectar de imediato falhas ou deficiências de controles

(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.