início > contabilidade Ano XX - 22 de maio de 2019



QR - Mobile Link
METODOLOGIA DA PESQUISA - TRABALHO DE CAMPO

AUDITORIA ANALÍTICA EM FACE DA AUDITORIA INDEPENDENTE

TÉCNICAS DE AUDITORIA ANALÍTICA UTILIZADAS NO BRASIL - UM ESTUDO DE CASOS

CAPÍTULO 3  - METODOLOGIA DA PESQUISA

3.9 - TRABALHO DE CAMPO

Após a revisão final do questionário, partiu-se para o trabalho de campo cujo início foi marcado pela obtenção de uma relação das firmas de auditoria independente que atuam no Brasil e que são registradas junto à CVM. Em seguida, através de contato telefônico, foram confirmados os endereços constantes da relação para que se pudesse enviar as cartas que, preparadas pelo Instituto Superior de Estudos Contábeis (ISEC), procuravam explicar o teor da pesquisa e sua importância dentro do Programa de Mestrado do qual o pesquisador era aluno. A carta ressaltava também a importância da pesquisa no cenário acadêmico e sua disponibilidade para a empresa entrevistada; solicitava a concessão da entrevista e, ao mesmo tempo, destacava o caráter confidencial das informações concedidas pelos informantes.

Conforme já se teve oportunidade de enfatizar, anexos às cartas - remetidas por via aérea - foram enviados envelopes selados para que as empresas pudessem confirmar, ou não, a sua participação na pesquisa. Assim que o pesquisador recebia a confirmação do interesse da empresa em participar da pesquisa, procurava marcar imediatamente a entrevista, definindo dia, hora, local e o nome do entrevistado, sempre deixando o participante à vontade para decidir segundo sua conveniência e disponibilidade.

Convém enfatizar que todas as entrevistas foram feitas pessoalmente pelo pesquisador nas horas e dias previamente definidos, não tendo havido qualquer problema de remarcação de datas ou negativas de respostas. É importante salientar que a grande maioria das empresas pediu para ficar com os questionários, para poder responder com maior precisão e seriedade.

Durante a realização das entrevistas, uma cópia do questionário era entregue ao informante e ficava outra com o pesquisador; se surgiam dúvidas durante o preenchimento, eram imediatamente sanadas.

O período que levou a realização das entrevistas foi de 14/11/89 a 10/02/90, sendo pesquisadas todas as oito empresas que concordaram em participar da pesquisa

A duração de cada entrevista girou em torno de duas horas, mas houve algumas que duraram mais de três horas, em função do interesse pelo assunto e do tempo disponível do entrevistado

É importante enfatizar a cordialidade com que o pesquisador foi recebido desde os primeiros contatos com as empresas entrevistadas até os instantes finais das entrevistas.

Após a conclusã0 do trabalho de campo, foram enviadas cartas de agradecimentos aos entrevistados, em nome do ISEC


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.