início > contabilidade Ano XX - 19 de maio de 2019



QR - Mobile Link
METODOLOGIA DA PESQUISA - MÉTODO DE COLETA DE DADOS

AUDITORIA ANALÍTICA EM FACE DA AUDITORIA INDEPENDENTE

TÉCNICAS DE AUDITORIA ANALÍTICA UTILIZADAS NO BRASIL - UM ESTUDO DE CASOS

CAPÍTULO 3  - METODOLOGIA DA PESQUISA

3.7 - MÉTODO DE COLETA DE DADOS

A coleta de dados nesta pesquisa foi feita mediante a utilização de "declaração de fato", uma vez que, pelas características das empresas estudadas, é impraticável, quando não impossível, a observação dos fatos propriamente ditos.

Convém ressaltar que a "declaração de fato", por várias razões, não constitui o fato em si. Dentre essas razões destacam-se:

a) o pesquisado pode entender que haja possibilidade real ou imaginária de prejuízo pessoal;

b) probabilidade de o entrevistado fornecer respostas socialmente aceitas;

c) possibilidade de que o fato seja mal interpretado;

d) tendência ao esquecimento, isto é, só conseguimos lembrar de coisas e de aspectos relevantes;

e) conscientização - o entrevistado nem sempre tem conhecimento adequado sobre o assunto;

f) negligência ou desinteresse em informar corretamente.

Buscou-se minimizar estes problemas através de perguntas múltiplas e de formas indiretas, bem como tentando, de alguma maneira, obter confirmações para as respostas dadas

Os instrumentos utilizados foram questionário e entrevistas. (87)

"Entrevista - consiste no diálogo com o objetivo de colher, de determinada fonte, de determinada pessoa ou informante, dados relevantes para a pesquisa em andamento. Portanto, não os quesitos da pesquisa devem ser muito bem elaborados, mas também o informante deve ser criteriosamente selecionado."

NOTA DE RODAPÉ:

(87) Ruiz, João Álvaro. Metodologia científica: guia para eficiência nos estudos. São Paulo, Atlas, 1978. p. 51

Este mecanismo indica, portanto, a conversação face a face estabelecida entre duas pessoas, de maneira metódica, para resolver alguma preocupação, em determinado lugar. Nesta pesquisa, utilizou-se a entrevista de forma estruturada, isto é, estabeleceu-se um roteiro_ em forma de questionário

As vantagens da utilização da entrevista podem ser assim resumidas:

  • 1. "Maior flexibilidade para o pesquisador. A entrevista pode ser aplicada em qualquer segmento da população, isto é, o entrevistador pode formular e reformular as questões para melhor entendimento do entrevistado.
  • 2. O entrevistador tem oportunidade de observar atitudes, reações e condutas durante a entrevista
  • 3. Há oportunidade de se obter dados relevantes e mais precisos sobre o objeto de estudo." (88)
NOTA DE RODAPÉ:

(88) Barros, Aidil Jesus Paes de & Lehfeld, Neide Aparecida de Souza. Fundamentos de metodologia: um guia para a iniciação científica. São Paulo. McGraw-HilI, 1986. p. 111

Segundo Cervo & Bervian:

"O questionário é a forma mais usada para se coletar dados, pois possibilita medir com melhor exatidão o que se deseja. Em geral, a palavra 'questionário' refere-se a um meio de obter respostas as questões por uma fórmula que o próprio informante preenche." (89)

NOTA DE RODAPÉ:

(89) Cervo, Amado Luiz & Bervian, Pedro Alcino. Metodologia científica: para liSO dos estudantes universitários. 3ª ed. São Paulo, McGraw-Hill, 1983. p. 159

As vantagens de se utilizar o questionário como um instrumento de pesquisa são apontadas por Barros & Lehfeld da seguinte forma: (90)

a) "o questionário possibilita ao pesquisador abranger um maior número de pessoas e de informações em espaço de tempp mais curto do que em outras técnicas de pesquisa;

b) facilita tabulação e tratamento dos dados obtidos, principalmente se o questionário for elaborado com maior número de perguntas fechadas e de múltipla escolha;

c) o pesquisado tem o tempo suficiente para refletir sobre as questões e respondê- las mais adequadamente; d) pode garantir o anonimato, consequentemente, maior liberdade nas respostas, com menor risco de influência do pesquisador sobre as mesmas; e) economiza tempo e recursos tanto financeiros como humanos na sua aplicação."

NOTA DE RODAPÉ:

(90) Barros, A.I. Paes de & Lehfeld, N.A. de Souza. op.cit. p. 109/10

Por estes motivos, e para que fosse possível o atingimento da eficácia da pesquisa, foram utilizadas essas ferramentas objetivando-se a obtenção de respostas ordenadas, precisas e sem ambiguidade, bem como a minimização de perdas de informações relevantes, além de facilitar a tabulação e tratamento dos dados obtidos

Foi necessário o estabelecimento de implicações para a pesquisa com algumas perguntas mais importantes a serem discutidas e que interessava que fossem reconhecidas, para o atingimento do objetivo proposto. Evitaram-se perguntas que conduzissem a respostas ambíguas, de modo que não fossem possíveis insinuações e colocações desnecessárias.

Ao concluir a revisão de literatura, procurou-se elaborar um questionário para a coleta de dados nas firmas que responderam favoravelmente as indagações constantes nas cartas enviadas, sendo que as entrevistas foram conduzidas pessoalmente pelo pesquisador. Isso porque, a partir do contato pessoal, é possível obter maior conhecimento do assunto, melhor entendimento das perguntas pelo informante e obtenção de informações adicionais não cobertas pelas questões elaboradas.

O questionário continha perguntas abertas e fechadas referentes às técnicas de auditoria analítica utilizadas pelas empresas pesquisadas. As perguntas abertas contidas no trabalho foram elaboradas de forma a permitirem que o entrevistado desenvolvesse sua opinião. Por outro lado, as perguntas fechadas tentaram investigar todo processo de auditagem referente às técnicas de auditoria analítica empregadas pelas firmas pesquisadas para realizarem a auditoria preliminar, além de servirem de base para a análise das perguntas abertas, mediante o confronto entre as duas formas.

Para facilitar a sistematização operacional das respostas e melhor coordenar as análises e comparações, o questionário foi dividido em duas partes: características gerais da empresa pesquisada e técnicas de auditoria analítica, além disso nele constavam informações sobre os objetivos da pesquisa e instrumentações para seu preenchimento:


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.