início > faq Ano XX - 20 de junho de 2019



QR - Mobile Link
A IMPRESSÃO DE TEXTOS E AS CONSTANTES ALTERAÇÕES DAS LEIS E NORMAS REGULAMENTARES

FAQ - PERGUNTAS FREQUENTES

A IMPRESSÃO DE TEXTOS E AS CONSTANTES ALTERAÇÕES

AS CONSTANTES ALTERAÇÕES CIENTÍFICAS E DAS LEIS E NORMAS REGULAMENTARES

A ideia de colocar o site no ar surgiu logo que a internet tornou-se realidade ainda na década de 1990.

Por quê?

Porque, em razão das constantes modificações científicas e dos textos legais e normativos, os livros ou apostilas em breves espaços de tempo ficam desatualizados. Por esses motivos muitas editoras só publicam livros com noções básicas ou introdutórias quase sempre imutáveis.

Em março de 2012 o site do Cosife tinha mais de 8.500 páginas publicadas, que impressas, gerariam perto de 25 mil folhas de papel A4. Tinha mais páginas que a Enciclopédia Britânica que tem 32 volumes com 500 páginas cada um. Por isso a Britânica e a Barsa resolveram colocar suas edições somente na internet a partir de 2012, com doze anos de atraso em relação ao COSIFe.

Nos sites fica mais fácil a atualização porque pode ser feita em pouco tempo, dependendo do volume de alterações a serem efetuadas. Assim sendo, a cópia ou impressão dos textos torna-se inútil porque ficarão desatualizados em pouco espaço de tempo, tal como acontece com as enciclopédias. A quantidade de textos disponíveis também inviabiliza a impressão. Os ambientalistas têm condenado a impressão de textos que podem ser lidos eletronicamente. Para impressão de um livro, manual ou apostila equivalentes é preciso que várias árvores sejam derrubadas.

Todos os textos constantes do site, e alguns de outros sites, estão catalogados (cadastrados) no Banco de Dados, podendo ser encontrados por seus títulos, referências ou palavras-chave (TAGS), bastando usar o instrumento de BUSCA do site do COSIFe.

Através do Google basta colocar a palavra-chave ou frase do texto e ao lado colocar "site:www.cosif.com.br". Torna-se importante destacar que o Google costuma guardar as páginas dos sites "em cache" para que a pesquisa retorne em pequeno espaço de tempo. Porém, as páginas lá podem estar armazenadas por muitos dias e até meses. Assim sendo, para obter o texto atualizado, o internauta deve entrar diretamente no site do COSIFe. Ou, depois de entrar através do Google, deve clicar em ATUALIZAR.

Para ler os textos com suas eventuais atualizações, o coloque em FAVORITOS no seu navegador.

Como o site depende de anunciantes para se manter no ar aberto ao público (gratuito), sem a cobrança de assinatura anual, é importante a sua visita porque assim se consegue os patrocinadores. Nenhuma entidade com fins lucrativos patrocina um site que não seja amplamente visitado.

IMPRESSÃO E VISUALIZAÇÃO DE TEXTOS

Se estiver utilizando o Windows Internet Explorer, clique no ícone de impressão (na barra superior do navegador).  Proceda de conformidade com as instruções do navegador.

Se estiver utilizando o navegador GOOGLE CHROME, clique em Ferramentas (no ícone que está à direita na barra superior do navegador) e procure por IMPRIMIR. Proceda de conformidade com as instruções do GOOGLE CHROME.

Os demais navegadores têm semelhantes instruções.

Para evitar o gasto de papel, faça a impressão em arquivo.pdf (Adobe Reader).

Repare que todas as normas do CFC, do Banco Central, da CVM e a legislação em vigor têm endereçamento para o seu texto original, que geralmente pode ser copiado. Na página de abertura do site tem os ícones para todos os órgãos consultados, onde estão as páginas originais sem comentários e anotações.

O contido no site do COSIFe tem o trabalho intelectual de seu coordenador, logo este tem os direitos autorais sobre os roteiros de pesquisa e estudo e sobre os comentários e anotações efetuados nos textos publicados. Portanto, na retranscrição dos textos deve deve citada a fonte, de conformidade com as normas vigentes.

Américo G Parada Fº
Contador
Coordenador do COSIFE