início > cursos Ano XX - 19 de agosto de 2019



QR - Mobile Link
SECURITIZAÇÃO DE CRÉDITOS PELO TESOUROS NACIONAL

BLINDAGEM FISCAL E PATRIMONIAL - ARTIFÍCIOS UTILIZADOS POR SONEGADORES

4 - CRIMES EMPRESARIAIS, DE SERVIDORES PÚBLICOS E DE PROFISSIONAIS DO MERCADO

4.2 - EXEMPLOS PRÁTICOS DE CRIMES DE SERVIDORES PÚBLICOS

4.2.2 - Desfalque em Secretarias de Fazenda

4.2.2.4 - SECURITIZAÇÃO DE CRÉDITOS PELO TESOUROS NACIONAL

Liquidação ou Privatização dos Bancos Estaduais

A pilantragem envolvendo Bancos Estaduais era tão grande que quase todos eles e seus respectivos Estados da Federação estavam falidos, tal como está acontecendo atualmente com os países desenvolvidos.

Isto é, as fraudes praticadas nos países desenvolvidos assemelham-se às outrora praticadas nos países  do Terceiro Mundo.

Então, entre as soluções vislumbradas, no Brasil resolveu-se privatizar ou liquidar os Bancos Estaduais e proibir a emissão de títulos públicos nas esferas Estadual e Municipal.

Assim, o governo federal ficou com a PARTE PODRE dos bancos estaduais e privatizou a parte lucrativa de alguns. Poucos tinham segmentos operacionais lucrativos.

Daí ocorreu a Securitização de Créditos pelo Tesouro Nacional (Socialização dos Prejuízos).

Como forma de resolver o problema de iliquidez, o Tesouro Nacional emitiu títulos para captar o dinheiro necessário à compra das dívidas públicas dos Estados e Municípios.

Pergunta-se: Para onde foi todo o dinheiro desviado desses Estados e Municípios?

Para Paraísos Fiscais em nome de empresas fantasmas (Blindagem Fiscal e Patrimonial)


(...)

Quer ver mais! Assine o Cosif Eletrônico.